fbpx

Como escolher a escola ideal para o seu filho?

Entre as muitas decisões que os pais precisam tomar sobre o futuro dos seus filhos, uma das mais importantes está na busca pela escola ideal. Você já deve ter se perguntado: ‘Qual é a melhor linha de educação para o meu filho?’. Para esta pergunta, não existe uma verdade absoluta, pois existem muitos fatores a serem considerados. Contudo, você pode levar alguns critérios em consideração para determinar qual o modelo de ensino mais adequado para o seu pequeno.

Antes de tudo, a escolha deve começar com uma reflexão sobre os valores que os pais desejam repassar aos filhos, pensando naquilo que é o melhor para eles. Ao iniciar a pesquisa, que tal deixá-los comentar sobre suas impressões? Neste processo, ouvi-los é importante, afinal, eles são os grandes protagonistas do conhecimento.

A escola é como “um novo mundo”, o ambiente onde a criança vai ter os primeiros contatos com desafios e oportunidades, momentos que farão toda a diferença para ela no futuro. Por isso, acertar na decisão é tão fundamental. Mais que considerar apenas a praticidade ou preço, é necessário entender o verdadeiro investimento feito para preparar seu filho para o futuro.

O que levar em consideração ao escolher a escola?

Metodologia de Ensino e Conteúdo – Para entender com clareza a proposta de ensino e os conteúdos abordados em sala de aula, é importante conversar previamente com o coordenador pedagógico da escola. Em seguida, cabe analisar se a orientação está de acordo com o que se espera para a criança. Algumas escolas têm uma orientação religiosa, outras seguem outros modelos pedagógicos, porém o necessário é saber quais são os valores aplicados pela instituição e se está de acordo com os valores familiares.

Práticas inovadoras – Práticas como autoconhecimento, educação afetiva  e metodologias ativas  vêm ganhando cada vez reconhecimento como facilitadores da aprendizagem. Além dessas, outras metodologias inovadoras com foco no estudante podem ser adotadas pelas escolas para estimular o desenvolvimento e o bom desempenho de seus alunos. Atualmente, os pais buscam escolas que ensinem os filhos a pensar, que ajudem a desenvolver o pensamento crítico, o raciocínio lógico e a criatividade na resolução de problemas.

Formação dos professores e equipe pedagógica – Um ambiente escolar que se preocupa com a formação contínua de seus educadores deve ser valorizado. Novas metodologias e dinâmicas de ensino surgem constantemente, em que os professores são os principais facilitadores. Porém eles necessitam se adaptar ao modelo pedagógico adotado pela escola. Por isso a importância em entender as metodologias abordadas, rotatividade da equipe, novas contratações, formação, experiências, etc.

Espaço físico e Materiais de Apoio –  O espaço físico e os materiais utilizados durante as aulas também importam. Afinal, as  crianças têm que desfrutar de momentos de lazer e socialização com os colegas. A utilização de tecnologias, acessibilidade, ambientes estruturados como bibliotecas, ginásio de esportes e laboratórios são de fundamental importância para o desenvolvimento do estudante.

Inclusão e Diversidade – Em alguns casos, a escola pode estar mais ou menos preparada para atuar com crianças que possuem necessidades especiais. Saber atender e não distanciar esses estudantes dos demais é  primordial para o seu desenvolvimento cognitivo. Além disso, buscar saber o quanto a diversidade é aceita, respeitada e cultuada pela escola nas atividades cotidianas.

Aspectos práticos –  A mensalidade cabe no seu bolso? A localização é viável? O horário das aulas é o mais confortável? Quanto tempo a criança vai ficar na escola durante o dia? O ambiente é seguro? A rotina e a realidade da família precisam ser consideradas, para que a decisão de matricular o filho em determinada escola seja tomada com base em prioridades. Uma escola próxima a residência, mesmo que um pouco mais cara que uma mais distante, pode compensar gastos com transporte, alimentação e outras eventualidades, por isso é preciso analisar calmamente e calcular todos os custos envolvidos, para construir uma decisão mais assertiva.  

Referências:

https://www1.folha.uol.com.br/educacao/2018/09/pais-contam-como-escolheram-as-escolas-de-seus-filhos.shtml

https://revistacrescer.globo.com/Criancas/Escola/noticia/2018/09/como-escolher-escola-ideal-para-seu-filho.html

https://revistacrescer.globo.com/Criancas/Escola/noticia/2014/07/10-dicas-para-escolher-melhor-escola-para-o-seu-filho.html

https://brasilescola.uol.com.br/volta-as-aulas/como-escolher-uma-escola-para-seu-filho.htm